Eclipse

quarta-feira, 30 de junho de 2010 // Postado por Renoth





Fui ver eclipse na estreia, e apesar dessa ser a coisa mais gay que eu já disse em toda a minha vida eu morri de inveja da Bella durante quase todo o filme, além de ouvir a Sakura gritando dentro de mim com o pedido de casamento, no começo quando a Bella só falava não, a Sakura gritava :"larga ela, casa comigo!!!", e quando a Bella aceitou a Sakura gritou duas coisas, a primeira foi algo como "vadia", e segunda foi "ai meu deus como ele é fofo*-*"...
mas agora permitão-me explicar por que fiquei com inveja da Bella o filme inteiro, e ao contrario do que muitos pensam não foi por ter dois caras lindos interessados por ela (isso pra mim e nada é a mesma coisa), mas sim pelo romance, já imaginou ter duas pessoas que te amam a ponto de brigar por você com todas as forças? convenhamos que ter um amor já é bem difícil, que dirá dois, e ela os tem, ambos lutam por ela, ela não precisa fazer nada, espera aquele que chegara vitorioso, colocara ela no colo e levara ela pra casa, feliz alegre e contente.
Desculpem-me os fãs da Bella, mas ela não merece tanto, ela é alguém profundamente egoísta e voltada para os próprios sentimentos, beijando um nas costas do outro, nesse ponto eu concordo com a Sakura(Sakura:Sabia u_ú), ela não merece nenhum dos dois...
dá um pequeno aperto no peito a ideia de:"ninguém nunca brigou por mim, eu valho pouco ou ela vale mais do que eu ??"
estou sinceramente cansado de ouvir todos me dizerem "vai dar certo no final..." eu não quero que de certo no final, o final é o fim, e eu quero ser feliz antes dele, não depois.
dai vem a pequena duvida que paira sobre a minha cabeça, duvida com a qual eu não quero infortuna-los hoje, mas sobre a qual acabarei por postar depois...
desculpem-me, no ultimo post escrito(sem ser o poema) eu disse que ninguém ia ler e muita gente leu, arigato, é importante pra mim saber que apesar de tudo não é com as paredes que estou me abrindo^^
mas , se é que alguém ainda esta lendo vamos voltar ao filme, as lutas estão maravilhosos, só não gostei da nova Victoria, ela está realmente muito fraca, e fico muito feliz que tenha morrido o/
os saltos e a velocidade da Alice realmente foram um prato cheio para mim, já que sou fanático por ela.
Só um ultimo comentário: vamos fazer uma vaquinha e comprar roupas para o Jacob?fala serio, ele deve ter pego uma pneumonia nesse filme, andando sem camisa na neve, depois diz que ser ator é fácil(tenho ouvido muito isso¬¬')

5 Comentários

Lamina

domingo, 27 de junho de 2010 // Postado por Renoth





me encare agora e diga que não me quer
me encare agora e diga que nunca mais
não, não vou deixar o passado voltar atrás
o tique-taque não vai deixar de bater

Fure meu dedo e finja que se importa só por uma noite
a segunda seria demais até pra você
me leve em um medico que diga que sou louco
contando lamurias criadas por você

não, não vou deixar o passado voltar atrás
essa noite terá que me surpreender
o final chega, se arrasta e se afasta
mas ainda não cheguei a você

permita-me ao menos no final
achar algo afiado o suficiente para terminar o que comecei
algo que passe despercebido
por entre eu e você

o sangue escorre e não volto atrás
ainda não encontrei você
mas dessa vez já não faz mal
melhor ainda se for sem você

talvez te encontre em outro lugar
remoto, longe do amanhecer
talvez quando eu mudar de canal
eu me encontre com você

mas é você que muda de canal
me dessintoniza de você
afastado sem nada igual
não te interresa a minha morte
eu não sou nada pra você...

1 Comentários

Triste? nãoooooo, toh cortando cebola...

sábado, 26 de junho de 2010 // Postado por Renoth





bem, estou praticamente deprimido, só não me jogo da sacada porque doi um pouco mais do que gostaria...adoraria ter um atake cardiaco agora, alguem ai tem um death note?
Sakura:eu tenho eu tenho*escreve e cochicha*Amagann Renoth, morre escrevendo no blog, antes de declarar a Sakura a rainha do mundo huahuahauhauhauhauhauha
Renoth:você escreveu seu nome tb Burra
Sakura:u_ù vamos morrer juntos
Renoth:droga, até no inferno eu vou ter que te aturar
Sakura:quem mandou me dar uma historia?agora ficarei na sua mente pra sempre huahuahuahauhauhauh
*~afastando pensamento sombrio~*bem, como eu ia falando estou realmente muito triste e vou explicar por que, apesar da conciencia de que no maximo duas pessoas vão ler isso, e que se uma certa pessoa ler eu não ficarei sabendo...
Primeira coisa: exilio, nunca me senti mais afastado de todos, mesmo estando do lado deles...
já ouviram falar de ragnarok?pois eu jogava muitoooooooo
minha classe favorita era cigana, eu era shemale(garoto jogando com char menina)
não era forte, mas era linda huahauhauhauha, jogava em um servidor com raças, eu era anjo, mas pintava minha roupa de roxo, usava uma asa branca e um laço vermelho que ficava atrás da minha cabeça(que alias ganhei de presente).
Nesse servidor(Ragnaturn-Origens), eu conheci pessoas inesqueciveis:BlackViper, Legolas Supremo, Shadow, Angel, Wendy,Sashi e tantas outras pessoas que eu simplesmente não consigo esquecer...
mas nesse momento eu descobri que é muito doloroso gostar de pessoas que não estão perto de você...existe algo entre aqueles que jogam em servidores não oficiais, todos migram de tempos em tempos, alias o mais triste em jogos online é a duvida:esta pessoa vai estar do meu lado amanhã?não vou mentir já me apaixonei de chorar atravez da internet, da primeira vez que isso aconteceu era de madrugada (já faz muito tempo), nos conhecemos, nos apaixonamos, isso em menos de 6 horas, chorrei por mais de 2 horas quando me dei conta de que nunca mais voltaria a ver ela.mas tirando os romances, as amizades tam bem doem
não vejo a maioria dos citados acima a mais de 6 meses, e o servidor apesar de cheio de gente nova parece deserto pra mim, como posso olhar para os lados e rir se eles não estão do meu lado???????tenho entrado no ragnaturn e pareço um fantasma(ainda linda) andando pra cima e pra baixo vestida de noiva esperando pela chegada de pessoas que não irão voltar lá nunca mais...
olhando as srens shots lembro de como o angel e o Shadow me enchiam o saco(os unicos com quem mantenho contato) no começo o Angel achava que eu era uma mullher velha (segundo ele eu tinha 45 anos), depois de como o Shadow me iritava de uma maneira quase sobrenatural e ainda assim eu não conseguia ficar bravo com ele (acho que é um dom).claro que depois contei que eu era um garoto, o que alem de não abalar nossa amizade trouxe a nova piada do Shadow, que ficava contente em me chamar de Travecão sempre que tinha chance.Angel tambem conseguiu novas piadas com isso, me pedindo pra casar com ele a cada cinco minutos sabendo que eu faria um longo discurso sobre eu ser um menino e não poder casar com ele por isso...
mais tarde ele me confesou que não acreditava que eu era de fato um garoto e por isso me pedia em casamento. Ele me iritou tanto com essa que na zilhonezima vez que ele me pediu em casamento eu disse "Sim, agora?" depois disso ele desistiu e eu passei a andar sempre de noiva, preparado para o pedido, o que, claro só rendia mais e mais risadas, alem de me fazer mais conhecido pela roupa de noiva do que pela de cigana...
deveria ser crime me afastar assim das pessoas que eu amo não deveria?
como pode ser, me fazer gostar de alguem, amar alguem, ter meu onichan(Angel), e depois me falar que tudo acabou, que eu não devo mais conhecer ninguem?
vale a pena conhecer pessoas que eu não verei na semana que vez?
Texto nas srens que me faz quase chorar de saudade:"
Renoth:como você está animado Shadow
Shadow:Nasci assim *,*
Renoth:não nasceu n
Shadow:lol
Shadow:nasci sim
Renoth:soh ficou assim depois das quedas quando bebe
Shadow:é msm *--*
Renoth:e de roer tinta de chumbo
Shadow:tinha esquecido dessa parte..."bem, se jogos online são devastadores ou divertidos deixo por conta de vocês descobrirem, bjs para quem leu...
estou fazendo awards de aprovado para o blog, tentarei postar na proxima postagem
desculpem, se vocês esperavam algo com sentido e mensagem deveriam estar lendo outra coisa...
nunca prometi que seria feliz, prometi apenas que seria verdade...

6 Comentários

por que meus personagens não duram uma semana

terça-feira, 22 de junho de 2010 // Postado por Renoth





Renoth:sakura o que é isso?
Sakura:uma basuka, uma granada, uma bomba de gas lagrimejante, uma faca e uma kunai ninja
Renoth:O.O' pra que tudo isso?
Sakura:bem, estava tudo muito bem até que uma certa pessoa começou a me provocar...
*flash back*
Emo:buaaaaaaaaaaaaaaaaa eu não fiz nada T.T
Sakura: e como eu vou saber se não foi vc que falou que eu toh velha?
Emo:simples, pq eu respeito os idosos, principalmente aqueles que ajudaram a fundar o imperio Romano T.T
Sakura:IDOSOS????
*fim do Flash back*
Sakura:nossa o blog tah com recursos novo,né?
Renoth:pois é comprei esse flash back semi novo na promoção...
*flash back*
vendedor:quer comprar um flash back usado?
Renoth:por que não?
Vendedor:põe na conta do hentai?
Renoth:não não, eu pago a vista...
*fim do flash back*
Sakura:conta do hentai?Renoth eu não esperava isso de você, estou decepcionada u_ù
Hentai:e ai beleza?
Renoth:tava otimo antes de você chegar ¬¬'
Sakura:quem é você?
Hentai:meu nome é hentai, fui criado quando...
*flash back*
professora:hoje vcs tem que ver poesias e interpretalas.
Renoth*desenhando*:hum... esse personagem precisa de um nome...
*fim do flash back*
Sakura:esses flash backs perderam a graça já...
renoth:né?
Emo:mas por que o hentai tinha conta se ele nem existia?
Sakura:e por que você esta aqui se eu estou louca pra te matar?
Hentai:nossa ela faz umas perguntas inteligentes, cheias de conteudo,né?
Sakura:você tah me chamando de gorda?
hentai:não quis dizer que vc era gorda
Sakura:você está confirmando que acha que eu sou gorda?
Hentai:é...não...acho...
Sakura:*pega bazuka e atira*não faça mais pernosonagens pervertidos u_ú
Renoth:ele não era pervertido, era pra essa ser a graça...
Sakura:aff... depois diz que a gorda sou eu u_ú
Emo:buaaaaaaaa
Renoth:tem alguma coisa mais sem sentido que esse post?
Emo:sim, acabou o todynho T_T
Sakura:nos vamos todos morrer vamos todos morrer
Renoth:não é em groselha que vc era viciada?
Sakura:você pediu uma coisa sem sentido,ué, que ria que eu fizesse o que?fosse raptada por um disco voador?
Renoth:huahauhauhauhauhauhau não dá não, eles iriam te devolver em uma semana huahauhauhauhauhauha
Emo:huahauhauhauhau pode crer
Sakura:conheço duas pessoas que acabaram deselar o proprio tumulo...
Emo:ela me dá medo Ç_Ç

2 Comentários

OMG este blog vale mais do que eu estava imaginando(+3 poemas ^^)

sábado, 19 de junho de 2010 // Postado por Renoth





O meus Deuses
eu sou destaque do mês no Pimy In Wonderland o/
Sakura:não sei como seu blog não vale nada u_ú
Emo:realmente, agente é inútil T_T
Renoth:calem a boca e não estraguem o momento ¬¬'
Sakura:eu vou, mas por que eu quero e não por que vc mandou u_ú
Renoth:e aqui está o selo:

(cliquem para visitar)

1º)incertezas
você esta vivo?
eu sinto que esta, pois estou te esperando
eu espero demais de você?
é demais querer você sempre a meu lado?
é demais querer que você me conheça?
é demais esperar que você me ame?
como posso esperar tanto de você se nem te conheço?
como posso estar atado a você se estamos tão distantes?
como posso repetir isso tantas vezes e você não me escutar?
como posso amar tanto alguém que ainda não conheço?
acho que você não quer me ouvir
acho que não quer me procurar
acho que não quer me achar...
pode ser que tenha medo de se decepcionar.
talvez você estivesse procurando em mim um Deus
desculpe, sou um mortal.
você quer me procurar mesmo assim?
com todas as alegrias e tristezas que eu posso proporcionar?
então vem logo a meu encontro
pois esse espelho em breve vai quebrar...


2º)corro por que? porque corro!
oi, você quer correr comigo?
é divertido,vem
porque estou correndo?
que pergunta boba...
corro por que corro.
faço quando dá vontade
o vento vem e bate no rosto, fazendo carinho
você nunca correu por que deu vontade?
corra comigo agora.
não?
tudo bem...
quem corre obrigado pode acabar perdendo o sapato
mas eu vou correr,
e vou correr por que deu vontade,não por que fui obrigado
fico feliz correndo, até cansar
dai fica melhor pra descansar
se você nunca correu por que deu vontade
você nunca foi feliz de verdade
mas eu não vou ter piedade
corro por que corro
corro por que deu vontade
ainda que seja na rua.
se eu for atropelado, pelo menos morri correndo
é melhor que morrer deitado...

3º)Natureza(ficou quase uma musica Oo)
Não queria morrer hoje
mas você me fará morrer em breve...
De-me pelo menos o gosto da ignorância
pois se não é tua ganancia
estaria aqui na semana que vem

Permita-me dormir ao menos por enquanto...
só durante o seu trabalho...
Permita-me dormir ao menos por enquanto...
durante o tempo que põe a minha casa abaixo...
Permita-me dormir ao menos por enquanto...
pois acordado eu ficaria revoltado

nessa semana morri mais que na semana passada
você podia ao menos perguntar se eu não estava em casa
eu poderia lhe servir um café e um sorriso falso
enquanto você derrubava minha casa
mas tudo bem, com certeza estará aqui na semana que vem

Obstinado como sempre,
pedra após pedra
ira destruir o que custei a construir
ao menos seu café poderia estar envenenado
e estará...

espere sentado o mundo acabar.
não estarei mais aqui para ajudar
pois ainda nesse semana você irá me matar
quanto a casa?
não se preocupe, não estará mais aqui na semana que vem...

3 Comentários

A triste Historia de Sakura

domingo, 13 de junho de 2010 // Postado por Renoth





Muitas pessoas sonham com uma casa, um carro, um milhão de reais...Eu sonhava em acordar e não ser surrada e provavelmente estuprada por somente um dia...Era pedir muito?Era muita coisa?só por um dia...
Era ano de 1150, dia 12 de Abril, meu aniversário, mas ninguém que eu conhecia sabia disso...Esse era meu único segredo, o único ponto da minha vida que somente eu sabia, naquele ano fazia 22 anos, mal sabia eu que nunca mais faria outro aniversário...Pelo menos não outro aniversário humano...
antes de eu começar a contar minha historia a vocês eu aviso que qualquer piada sobre eu ter mais que 250 anos será tratada com violência extrema, nunca contei essa historia a ninguém, e seria muito injusto que vocês me incomodassem com isso agora...(em outras palavras brincou com minha idade ta morto u_ú)
como eu ia dizendo, era ano de 1150, e eu acordava em algo que era relativamente parecido com uma cama, era feito de palha e ficava muito perto de onde se criava o gado, eu era uma escrava branca Européia, e diariamente era "alugada por algumas horas" por qualquer um que tivesse dinheiro.O nome de minha dona era Victoria, gostava de me bater todos os dias, dizendo algo como:"esse é seu destino, aceite...".Eu nunca aceitei o meu destino, e, nesse dia iria tentar fugir, de novo...
depois de um dia sem descansos e muitas surras, a noite vinha, eu olhava para o céu todos os dias,principalmente para a lua, era a única coisa que eu conhecia pelo nome e que nunca havia me machucado, então por um descuido acabei por me apaixonar por ela...
Sim eu me apaixonei pela lua, e ela foi a primeira a saber que minha fuga seria aquela noite. Você pode me considerar louca por conversar com a lua, mas ainda hoje eu não me arrependo de passar todas as minhas noites declarando meu amor a ela, acredite você ou não foi ela que me salvou, e acredito nisso até agora por que se eu não acreditar eu não terei mais motivos para viver.
Naquela noite a lua estava cheia, como se me desse feliz aniversário, como se quisesse me animar. Dei boa noite a ela cordialmente e sai. Não havia ninguém me vigiando aquela noite, isso era estranho, sempre havia alguém. Isso me deixou nervosa, mas não o suficiente para desistir. Foi quando a vi, parecia um anjo. Não importa por quanto tempo eu viva, sei que nunca mais poderei ver alguém tão belo, me perdi tanto tempo em sua perfeição que demorei para perceber um pequeno detalhe em suas roupas...Sangue...Muito sangue...
"qual seu nome criança?"me perguntou numa voz que parecia musical
"eu nunca tive algo como um nome..."respondi
"então eu posso lhe dar um nome criança?"seu rosto parecia triste
"Claro!"meus olhos brilharão, eu finalmente seria algo, algo com nome, algo que existe além da escravidão
"Se eu lhe der um nome eu me tornarei sua mãe,mesmo assim você quer um nome criança?"eu não entendi a frase, mas seu rosto tinha tristeza...
"sim"respondi por fim
"seu nome será Sakura a mais bela das flores femininas de onde eu venho, e agora eu te transformarei em minha filha..."disse enquanto se aproximava...
Ela andava rápido em minha direção, cantarolando algo que se parecia muito com uma canção de ninar, algo que me deixava calma, feliz.Veio até mim, me abraçou e me mordeu, senti uma dor imensa, misturada com um prazer estranho, era algo inexplicável, você teria que sentir para saber como é...
Sentia-me muito fraca quando ela finalmente largou meu pescoço, então sorrindo para mim ela rasgou o próprio pulso, e o estendeu para mim “beba” ela disse “beba e será minha filha”.Eu obedeci e tomei seu sangue, por muito e muito tempo, até que ela disse “pare, minha filha pare”era difícil, mas obedeci.
“qual é seu nome?” perguntei quando me recuperei
“Tsuki”respondeu ela sorrindo
Por muitos anos eu vivi com ela, e ela sempre me proibia de sair de dia, atacávamos vilarejos sempre que tínhamos fome, mas isso nunca me incomodou, eu não me importava de matar seres humanos e isso assustava minha mãe.Ainda assim ela nunca falou nada, éramos felizes demais para nos incomodarmos com isso, e acho que foi por isso que perdi a noção do tempo.Se vivi 200 ou 300 anos com minha mãe não tenho certeza, só tenho certeza que naquele tempo eu era feliz.
Mas eu não tinha sido feita para ser feliz, era meu destino, e como dizia Victoria eu teria que aceitar isso...
Em uma noite nos acharam em nossa morada, uma singela casa que nos mesmas aviamos construído no bosque, minha mãe me escondeu, em um lugar feito de ferro puro, nenhum mortal seria capaz de levantar aquela placa dizia ela, mas ela não se escondeu, a casa foi queimada junto com tudo que tínhamos, e depois que sai de lá nunca mais vi minha mãe, minha amável e adorável mãe...
Passei a viajar sozinha pelo mundo, sempre me escondendo do sol como minha mãe havia mandado. Descobri vários idiomas, e acabei por juntar vários favoritos...
Um dia, saindo da Ásia decidi nadar, e foi nadando que descobri um pais maravilhoso, se existe um pais do qual eu gosto é aquele, foi lá que eu vi a flor que minha mãe dizia carregar a minha feminilidade, a Sakura.
Mas algo me espantou muito mais, algo me deixou muito mais feliz, no ano de 1550 descobri o significado do nome da minha mãe, Lua, neste momento eu tive certeza que ela ainda estava viva, e em algum lugar olhava por mim...
A solidão me deixou louca aos poucos, mas eu sempre tive conciencia de mim mesma.
Uma noite, em completa solidão (não me perguntem a data) eu decidi que morreria, e que iria até o sol no dia seguinte.
Nessa noite conheci a Primeira (ou seria a segunda?) Deusa de minha historia triste e infeliz.Seu nome era Artemis e ela representava a lua na antiga Grécia.Contou que sabia do amor que eu tinha por ela, e que não iria permitir que Apolo seu irmão me matasse, ainda que esse fosse meu desejo.Em outras palavras eu havia me tornado imune ao sol, somente por não querer isso...
Percebi que minha vida estava atada a coisas que eu não queria, e desejei ser torturada novamente por Victoria. Quando alguém te tortura por tanto tempo você acaba por se apegar a isso...A dor que Victoria iria me causar era física, e por pior que ela fosse ela acabaria um dia.a única maneira que eu conhecia de morrer tinha sido tirada de mim, e a lua novamente era responsável por isso.
Neste momento odiei meu amor, que apesar de tudo era incondicional. E comecei a enlouquecer mais e mais.Nesse ponto eu achei um ser diferente na multidão, seu sorriso era especial, ainda que estranho, e apesar do meu estado caótico quando o conheci a única coisa que ele me disse quando me conheceu foi:”como você é linda!”
Eu o ataquei, o mordi, mas não o matei, não consegui.Rasguei meu próprio pulso como minha mãe havia feito, estendi meu pulso a ele e disse “beba, beba e viva”. Ele sorrio novamente, dizendo”como você é linda...”ele nunca encostou em meu pulso, nunca bebeu meu sangue, mas ainda assim cuidei dele até ele se recuperar.Foram semanas nas quais eu deixei ele em meu ninho, trazendo comida humana pra ele todos os dias.
Foram muitas semanas, mas ele sobreviveu, o ano era 2008, sempre sorria pra mim, me admirando, não como uma mortal, mas como uma deusa.
“qual seu nome?”me perguntou um dia.
“Sakura”eu disse
“que lindo nome...”disse sorrindo
“e qual o seu?”perguntei
“não sou digno de ter um nome, fui renegado por mim mesmo.”respondeu, e pela primeira vez vi tristeza em seu rosto
“seu nome agora será Renoth. Goste você dele ou não”eu disse seria
“eu gostei”disse sorrindo
Cuidar dele foi minha paixão, adorava morder ele de vez em quando, mas ele não ligava, me ofertando o pescoço sempre que eu queria.
Eu era feliz, sai do meu poço de loucura (quer dizer, mais ou menos) e novamente tinha motivo pra viver. Ele me carregou pro mundo dele, mesmo sem eu nunca pedir nada.
Não eu nunca existi de verdade, eu sou um fruto de uma mente delirante, que me criou e me abandonou, fazendo com que por anos eu vivesse em um abismo sem existência, e dele fui salva, isso não é a definição de tristeza e felicidade?
Isso não é um feliz para sempre?
Eu salvei e fui salva, por isso estou viva, ainda que pra viver essa felicidade eu tenho que matar as vezes eu o farei, é minha vez de ser egoísta, não aceito meu destino como Victoria ordenou, mas vivo nele até que se diga o contrario.

essa é uma historia que ainda sera editada, é apenas um rascunho que eu fiz^^
por favor comentem pois assim eu poderei melhora-la mais e mais, até que ela tenha o nivel que a Sakura merece^^

7 Comentários

Nyaaaaaaaaaaaaa ela tah Loka

sexta-feira, 11 de junho de 2010 // Postado por Renoth





Sakura:Nyaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaahhhhhhhhhhhh
Emo:xi, vamos todos morrer, nos vamos todos morrer T.T
Renoth:eu deixo vcs sozinhos umas duas semanas e vcs já tão assim?o q aconteceu?
Emo:beeeeeeem, foi muita coisa T.T
Renoth:então desenbuxa
Sakura:hahahahahaha vc parece um elefante rosa hahahahahahah
Renoth:O.O alguém me conta o que aconteceu
Emo:ela ficou LOKAAAAAAAA T.T
Sakura:huahuahuahuahauhauhauha, eu toh voando, voando altoooooo
Renoth:isso eu já percebi, mas como ela ficou assim????
Emo:um dia ela estava andando, passeando pela rua, calmamente, quando um avião caiu na cabeça dela, ela salvou 15 pessoas do voo com a força de vampira dela, mas matou duas crianças "acidentalmente"...
Renoth:isso é a cara dela¬¬' , o q mais aconteceu?
Emo:depois ela estava indo pra hospital levar as vitimas e quando ela chegou no hospital ela disse pra recpicionista:"oi, tudo bem?um avião caiu na minha cabeça e com minha força de vampira salvei 15 passageiros, sera que vc poderia prestar primeiros socorros a eles?" dai a recpicionista disse:"claro, por que vc não vai esperar naquela sala branca?"
dai ela foi internada como louca num asilo T.T
Renoth:coitada, por isso ela tah assim?
Emo:não, dessa parte ela até gostou, fez um monte de amizades T.T
Sakura:hahahhaha, aquela caneta que virou minha amiga ainda nem me ligou hahahahahahahah
Renoth:O.O então como a bichinha ficou assim?
Emo:ela tem necessidade cronica por atenção, por que vc acha que ela veio pra cá?T.T
Renoth: vc tah falando que a culpa é minha????
Sakura:hahahahaha a culpa é do Renoth hahahahahahaha
Emo:agora ela me dá ainda mais medo, tah feliz agora???? T.T
Renoth:calma eu voltei ao nosso velho estudio pra contar novidades pra vcs^^
Sakura:hahahahahha ele quer contar uma coisa hahahahahahaha
Renoth:ela precisa dos remédios dela O.O
Emo:tudo bem*da os remédios*
Sakura:ufa to bem melhor, Renoth q saudade,cade o meu elefante rosa?
Renoth:Sakura não existe elefante rosa O.O'
Sakura:o elefante é meu e é da cor que eu quiser u_ú
Emo:acho q ela melhorou
Edward:oi
Sakura:nyaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa
pegaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa Deus
Edward:O.O'''
Renoth:eu ia avisar que hoje tinha entrevista com o Edward, mas vcs gastaram a postagem com reclamações...
Sakura:nãaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaooooooooooooo
Edward:então eu vou embora*olha pra Sakura*eu não volto tão cedo
Sakura:eu odeio ser Loka T.T
Emo:eu odeio chorar a toa T.T
Edward:eu odeio o Jacob
Jacob:pelo menos eu não falo de ninguem pelas costas u_ú
Sakura:um lobo*-*,posso te morder???
Jacob:perai aquilo é um elefante rosa? O.O perai, o q vc tah fazendo?aiiiiiiiiiiiiiiiiii
Edward:pega ele Sakura ^^
Renoth:tah legal, depois falam q o Louco sou eu u_ú
Sakura:lembre-se agente tah dentro da sua cabeça, e qualquer dia agente vai sair te matar e matar toda a sua familia huahuahauhauhauhauahuahuahauhauhauhauhauhauhahua
Renoth:para T_T

3 Comentários

reflexões sobre o guarda roupas

quinta-feira, 10 de junho de 2010 // Postado por Renoth





Olá, desculpa por não ter respondido aos comentários, tenho andado meio ocupado...
mas gostaria de contar algo a vocês, algo que descobri enquanto decorava meu guarda-roupas...
vocês já ouviram falar em certo e errado?como saber se algo está certo?como saber se está errado?
eu estava pensando nisso enquanto colava figurinhas no meu guarda-roupas, e percebi que uma figurinha em especial ficaria muito mais bonita de cabeça pra baixo...
mas espere ai,uma figurinha de cabeça pra baixo?isso está errado,certo?
bem, pode ser até que não seja o ideal, mas ficou lindo, então coloquei uma de lado, outra na diagonal, e fui brincando com todas as imagens que eu queria até formar algo maior.
quando a minha mãe entrou no meu quarto a expressão dela disse o mesmo que seus lábios: "nossa!!!".Eu sabia que estava lindo, e ela concordou comigo nisso, mas ainda assim estava errado, não estava???
Me dei conta de repente de uma verdade enigmática e feliz:ninguém nunca havia colado aqueles adesivos daquele jeito em um guarda-roupa como aquele...Como poderia estar errado se era algo novo?como poderia ser algo ruim se era tão bonito e inocente?
em um estalo percebi que nada que eu fazia estava completamente errado, assim como nunca estaria completamente certo.Eu sou único, nunca vai haver na terra alguém que seja igual a mim.
percebi nesse momento que este blog era perfeito para mim, estando ele certo ou errado,afinal, ele nunca estaria completamente certo ou errado.
quis contar isso para vocês para que vocês lembrem que são completa e unicamente especiais.Não do jeito que os outros querem que vocês sejam, mas sim do jeito que vocês são...
pode parecer bobo, mas fiquei maravilhado quando percebi isso...
respondendo aos coments da ultimas postagens:
1º):muito obrigado pelos elogios^^(tanto nos poemas quanto na historia);
2º):já tinha ouvido falar do Nyah fanfiction, mas não é só pra fics?poesia pode?
3º)só tinha duas coisas, mas decidi escrever uma terceira completamente sem conteudo pq eu sou estranho^^
bjs^^

2 Comentários

Duvidas

terça-feira, 8 de junho de 2010 // Postado por Renoth





eu ainda não te vi hoje,vi?
vc parece distante de novo...
você gosta de mim do jeito que eu gosto de você?
te da esse aperto no peito quando estamos longue?
te dispara o coração quando estamos perto?
você tah ai?
eu sinto que vc nunca esta ai...
você melhorou?
não tenho certeza de suas respostas
eu não sei mais se te amo...
você me ama?
por que eu nunca te perguntei isso?
por que você me da tanto medo?
e por que ainda suspiro de longue por você?
meu guarda roupas é menos misterioso que vc...
não gostaria de se tornar meu guarda roupas?
não gostaria de ver meus acertos e erros?
não quer que eu te irite só mais um pouco hoje?
de novo não...
para muitos resta o bem
para outros resta o mal
para mim não resta nada...
além de você, uma pessoa que eu ainda não conheço...

3 Comentários

Poema sem titulo

domingo, 6 de junho de 2010 // Postado por Renoth







Como você esta hoje?
comeu e bebeu como deveria?
sentiu falta de mim?
nem mesmo um pouco?
queria tanto estar do seu lado agora...
queria grudar como um chiclete no teu colo
queria um carinho em minha testa antes de eu dormir...
queria um beijo de bom dia quando eu acordar...
mas você não me daria nada disso, daria?
você cantaria pra mim dormir só esta noite?
acho que não...
você quer mesmo estar do meu lado?
você quer mesmo meu abraço já tão cansado?
não, eu sei que não queria nada disso...
cade você que esta perdido?
eu vou te achar um dia?
você existe mesmo?
sera que eu te inventei?
será que eu nunca te toquei?
você está tão longue...
um abraço não pode mudar aquilo que a vida determinou...
principalmente com esse espelho entre nos
no espelho eu me vejo
e pela primeira vez eu sou lindo...
você já vai embora?
tão cedo?
tudo bem vou deitar no seu colo amanhã...
ou talvez não...
será mesmo que eu vou te achar um dia?
ou será que conversarei pra sempre com este espelho?

2 Comentários

Felicida não se compra, se conquista(estoria pro onigiri)

sábado, 5 de junho de 2010 // Postado por Renoth





Era uma vez, a não muito tempo uma deusa que controlava todo o amor da terra, ela era linda, carinhosa, e tinha um sorriso maravilho que enchia as pessoas de esperanças e amor, apesar disso era preguiçosa e passava longas tardes deitada, era namoradeira, e um dia teve uma filha. A menina não podia ser criada por ela, e tinha um grande defeito, apesar de ser menina todo o seu corpo era masculino.Afrodite ficou completamente desesperada por ter que enviar a pobre criança a terra, mas não tinha escolha. o máximo que pode fazer foi levar a menina até a porta de uma casa, e nela deixar um cartão que dizia na letra mais floral que poderia existir:"Cuide bem da minha princesa...".
A princesa foi criada com muito amor, muito carinho, mas ela se sentia mal, como ela poderia ter aqueles músculos no braço, não ter peito e apesar disso menstruar todo mês?era revoltante ela parecer um travesti de vestido, por isso diariamente chorava rios de lágrimas, afinal mesmo criança acreditava que estava amarada a um mundo de infelicidade.
Um dia já mais velha(com uns 15 anos) conheceu aquele que seria seu príncipe encantado, ele não veio no cavalo branco, mas tinha alguma coisa nele, algo magico, algo especial.Na saída da aula ele passou por ela e perguntou:"é verdade que você é menina?"
_claro_respondeu irritada a princesa
Apesar da pergunta o príncipe se tornou um verdadeiro cavalheiro, guiando a princesa, e a acolhendo, como amiga no seu peito, os dois estava cada vez mais próximos, e a cada minuto que passavam distantes se arrependiam de estar separados.
Um dia o príncipe tomou coragem e no impulso que essa coragem proporcional beijou a princesa, que corou e ficou vermelha.Varias pessoas vendo a cena riram da pobre princesa, que parecia um homem, fazendo-a fugir, correr e chorar novamente, chorar como a muito tempo não chorava, um choro que mostrava sua humilhação.
Nem toda historia tem final feliz, e essa pode ser a exeção, se você não quer saber o que acontece com a princesa a partir de agora pare de ler.Mas, se você parar agora ela ira chorar para sempre sem sua cabeça, em um castigo eterno, não é maldade demais parar agora?o final pode ser pior que isso?
A princesa farta de tanta humilhação chegou em casa, pegou a maior faca que possuía e fazendo um corte vertical no próprio pulso caiu no chão desacordada, e depois de duas horas estava oficialmente morta, seu sangue envolvendo seus cabelos do alto formavam quase um coração, visão sinistra que somente os pais adotivos da princesa tiveram...
No enterro da princesa o príncipe apareceu vestido de noiva, causando em todos o espanto.quando perguntaram a ele porque ele estava daquele jeito ele respondeu:"por que se as pessoas não ligassem para isso ela ainda estaria viva e eu ainda estaria com ela..."
Assim que ele terminou de falar surgiu sobre ele uma fada, que na verdade era Afrodite disfarçada.
_posso traze-lá de volta, mas a o preço de uma vida é uma vida, você daria sua vida por ela?_perguntou
_minha vida já é dela a muito tempo, eu só não tinha percebido isso ainda..._respondeu o príncipe
a fada sumiu, e em uma luz que era dourada e vermelha ao mesmo tempo a princesa acordou.O príncipe correu até ela, e segurando sua mão chorou.
_você esta bravo comigo?_perguntou ela
_não, nunca poderia ficar bravo com você, eu te amo
_mas e meu corpo?eu não sou o que você sonhou e eu sei disso...
_o corpo é só uma roupa, e essa em especial combina maravilhosamente com a linda mulher que eu amo...
Existem historias que sempre terminam melhor com um beijo, mas ele não vai se aproximar dela de novo, ela é tão perfeita que dessa vez eles só ficam se olhando por horas, ignorando os gritos de alegria das pessoas que vêem a princesa de volta a vida
não posso prometer que eles viveram felizes para sempre, mas posso jurar que esse segundo de felicidade durou uma eternidade

5 Comentários

Em algum lugar...
Contos e pedaços aleatórios da minha vida. Quase um diário, quase um poema, quase um livro. Se descobrir o que é, favor contactar contando.
Sakura’s warning: não mexam na groselha na geladeira. Grata.

Quem?

Eu? Bem, não há muito a dizer. Cursando o segundo semestre da faculdade de jogos digitais na fatec, e o sexto ou sétimo modulo do curso de computação gráfica da Saga. Um futuro profissional da área de jogos, ou de qualquer outra área que venha a me aceitar. Um pequeno monstro com um grande fraco pelo Konta.

como me achar?

Já tentou me procurar?
Nyah!
Twitter
DA
Tumblr
msn e email pra contato: renoth@hotmail.com

Button




Seguidores


Arquivos

Janeiro 2010
Fevereiro 2010
Março 2010
Abril 2010
Maio 2010
Junho 2010
Julho 2010
Agosto 2010
Setembro 2010
Outubro 2010
Novembro 2010
Dezembro 2010
Janeiro 2011
Fevereiro 2011
Março 2011
Abril 2011
Maio 2011
Junho 2011
Julho 2011
Agosto 2011
Setembro 2011
Outubro 2011
Novembro 2011
Janeiro 2012
Fevereiro 2012
Março 2012
Abril 2012
Agosto 2012
Outubro 2012
Novembro 2012
Dezembro 2012
Janeiro 2013
Abril 2013
Junho 2014


C-box


Créditos