Atenção: esse veiculo está sendo roubado, e é monitorado pela car system!

quinta-feira, 12 de janeiro de 2012 // Postado por Renoth





Compre gatinhos e cachorrinhos do Code Gueass pra verem seu carro!
Hunter X Hunter voltou com tudo, como eu.
Serio, se você pensa que eu vou ligar para um numero que eu não conheço, para salvar alguém que eu não conheço de perder um carro que eu nunca vi, você está começando a ter alucinações bizarras com demônios saídos de um filme demoníaco chamado “Inssidios”, o que me lembra que eu achei meu cartão do banco por causa desse filme, o que me lembra que tenho que olhar minha conta pra ver se tem alguma coisa. Viu, eu tenho muitas lembranças! Quem disse que eu não tinha?
Se isso não está fazendo sentido, ótimo. Seria bom escrever isso em código para que minha irmã, que eu descobri que lê meu blog não entenda as coisas aqui postadas, mas só de pensar em fazer um código eu fico com preguiça, o que por sua vez quer dizer que essa merda toda vai ficar nessa linguagem que, apesar de não ser um código, não é compreendido por ninguém além do próprio autor.
A única mentira nisso tudo é que eu não entendo merda nenhuma do que estou postando, e o numero de palavrões que tem saído da minha boca é cada vez maior. Merda, eu tenho que parar com isso.
Estou dando um tempo no meu namoro. Eu não vou colocar o motivo aqui, uma vez que acho isso tudo absurdamente pessoal para ser citado assim, em publico. Ações devem ser tomadas antes que eu tome uma atitude definitiva como jogar alguém pela janela, o que não necessariamente tem algo a ver com o fato de eu estar dando um tempo com meu dono.
Confesso que um dos motivos do meu afastamento do blog (além é claro do fato de eu ter ficado COMPLETAMENTE sem internet) é saber que meu dono vai ler cada entrelinha do que escrevo, e que vai interpretar isso muito livremente.
Não interprete isso livremente! Isso é uma ordem!
Eu sou esquecido. Serio. Esqueci na casa da minha tia o cabo de alimentação elétrica (sim ele come energia. Problemas com isso??) do meu note book na casa da minha tia da ultima vez que fui lá (detalhe: fiquei uma semana só para usar a internet e matei uma saudade geral no MSN), e por isso, estou escrevendo no meu desktop que acabou de travar e me fazer metade do texto que eu já havia escrito só para ilustrar como é um computador maravilhoso e digno da inveja alheia. Acho que é dispensável o fato de que o computador é da famosa (e glamurosa) marca Negativo. Mas tudo bem, a cada parágrafo escrito vou apertar Ctrl+B e salvar a porra toda antes que a merda do meu texto vá para o saco...
Também acho desnecessário dizer que nesse computador o único jogo disponível para me fazer esquecer o filme que eu acabei de ver é “Sonic Heroes” que eu já zerei no note, mas que aqui eu tenho que jogar desde o começo de novo, sem os bônus de poder rever as cenas onde o Tails, meu amor, aparece. Triste, eu sei.Mas veja pelo lado bom, de alguma forma aquele filme maldito conseguiu fazer com que eu me lembrasse onde está o meu cartão do banco, fato que eu já tinha citado antes do computador pifar, mas que eu sou obrigado a citar de novo.
Espere... eu não tenho nenhum papel verde...
Também já tinha dito da primeira vez que escrevi essa porcaria que apesar de não postar no blog a tempos, tenho postado esporadicamente no meu tumblr. Claro, são imagens pornográficas possivelmente proibidas pela constituição pelo fato de conterem pequenas (ou grandes, ou enormes) doses de shotacon. Ou imagens do Len de coelhinho sentado em uma enorme cenoura de pelúcia. Para aqueles que quiserem acessar, por favor é só entrar no link que está na lista ai do lado onde tem meu MSN (e sim, eu sei que você não quer um modo de me achar, mas sim um de me perder na feira. Não, eu não te culpo por isso.) então se quiser cometer um crime federal, por favor, acesse :D
E como vou eu?? Bem, obrigado.

Estou sentado numa cenoura e sou irresistivel, seu argumento é invalido!
 Atualmente estou esperando (desesperadamente) o resultado do meu vestibular. Eu prestei a FATEC, para o curso de jogos digitais. Ainda estou procurando o emo perfeito para eu pegar e fazer feliz, e estou lentamente fazendo as pazes com minha irmã Evellyn (sim, com dois l, y e n no final. Gente rica é outra coisa, meu bem) e descobrindo aos poucos até onde vai a toca do coelho. Além disso, tenho escrito muito sobre a Sakura e sobre a Vanessa (a minha morte) ou mesmo sobre o emo. Aliás, o emo, a Sakura, a Emma e o Treze estão desenhados na parte interna do meu guarda-roupas, que pela primeira vez desde que eu cheguei nessa casa está limpo. Claro que se minha mãe descobrisse que eu voltei a desenhar nas minhas coisas ela ia sustar e me furar com um lápis, mas o perigo me atrai. Eu rio da cara do perigo. HUAHAHAHAHAHAHA.
E por falar em rir do perigo lembrei da Sii (que é perigosa, mas hilária e um amor de pessoa.), e ao lembrar disso lembrei que agora tenho um cargo definitivo na equipe do Onigiri. Eu nunca pedi o cargo, e também nunca me ofereceram ele, o que faz o “como eu consegui isso” parecer uma enorme novela mexicana com efeitos especiais importados da Índia. Ainda assim, eu tenho o cargo definitivo de “escravo” no Onigiri. O nome não é bonito, mas meu coração se ilumina cada vez que penso nisso. Parece que estou ganhando a chance de participar de algo simplesmente gigantesco, e que cresce cada vez mais. É estranho dizer, mas acho que sinto algo parecido com o que as rangers sentiram ao ganharem esse nome, embora o nome delas seja mais importante por elas mesmas serem mais importantes. Estou me fazendo entender??
Não, não está.
 O que mais? Bem, eu dormi na casa de um amigo. Não lembro a quanto tempo foi, mas foi no tempo em que estive fora do blog. Foi muito divertido, e muito engraçado. Eu não tive que fingir que eu era outra pessoa nem por um momento, o que fez desse dia um dia raro e feliz. Algumas semanas depois eu fui com o mesmo amigo pra ver Os Muppets, mas acabamos vendo O gato de botas, junto com mais alguns amigos dele. Entre refis de pipoca da época que “lanterna verde” estava no cinema e um certo ser falando que a gente tinha fumado “LED” (sim, isso mesmo, LED) houveram muitas risadas desmedidas e altas, além de muita merda.
E sim, eu tive orgasmos internos quando o gato de botas dançou “Americano” da Lady GaGa. Mas shiu, não conte pra ninguém porque eu neguei a possibilidade eternamente.
Nossa, você ainda está lendo isso? Você é meio desocupado, né?
Ignore, é a Sakura. Sempre é a Sakura.

Me ignore, eu sou só uma imagem random!
Como passei de ano novo? Bem, essa pergunta é complicada e nós remete a minha infância triste e sofrida de negação e bullyng, mas como você perguntou na minha imaginação vou te obrigar a ouvir a história inteira. Ou não, na verdade você é livre pra apertar aquele botãozinho vermelho com um “X” (que não tem nada a ver com X-1999 do CLAMP, ok?) que esse texto magicamente desaparecerá. Serio, parece coisa de Harry Potter.
Bem, eu deveria ter passado a virada do ano em Macaé, cidade litorânea do Rio de Janeiro (como se o Rio tivesse alguma cidade não litorânea...) onde reside meu querido papai. Não aconteceu. Por que¿ Porque meu pai é simplesmente vacilão demais pra conseguir fazer o que promete no tempo que promete... Eu fui comprar a passagem dia 26, como era o combinado e... SURPRESA, SUA CONTA NÃO TEM UM REAL (na verdade ela tinha 1,32 reais, mas eu não acho que essa quantia mereça ser citada...). Se eu fiquei revoltado? Sim.
espera, espera ai. agora está ficando interessante.
Quando eu era criança, bem muleque mesmo, meu pai me prometeu que viria me buscar às 6 da manhã para que eu passasse as férias inteiras com ele. Eu devia ter uns 11 anos e ainda era um shotacon fofo, o que torna toda essa cena mais dramática ainda. Eu acordei lá pelas 4~5 horas, tomei banho, me arrumei sem chamar a minha mãe, peguei minha malinha e sentei no sofá. Eu não liguei a TV, nem me permiti pegar no sono. Eu não podia fazer isso, afinal meu pai estaria lá a qualquer momento, e eu já não o via a algum tempo. Ele chegou meio dia e pouco, quase uma hora. Eu não tinha comido, dormido, ligado a tv ou feito qualquer coisa do gênero. Eu fiquei parado no sofá por seis horas ou um pouco mais, esperando com ansiedade meu pai que estaria ali a qualquer momento. Eu não fiquei preocupado pela segurança dele, porque era desligado pra tragédia, mas cheguei sim a acreditar que ele tinha me esquecido ou ido sem mim. Ele esqueceu sim, mas esqueceu de ligar pra avisar que iria dormir e só me pegaria mais tarde. Foi um erro pequeno, apenas umas 6 horas infinitas.



Toda a vez que meu pai faz esse tipo de coisa eu me sinto sentado de novo, no mesmo sofá, com a mesma cara de criança incapaz de fazer qualquer coisa, esperando por ele que vai chegar a qualquer minuto. Quando indaguei porque o dinheiro não estava na conta (por telefone) ele disse que estaria na conta no dia seguinte, mas no momento ele teria que desligar, pois estava no carro, chegando em casa. Disse que assim que chegasse ligaria. Isso foi a uns 15 dias, e estou começando a me perguntar se ele está voltando de carro dos Estados Unidos... Não, ele não me ligou ainda.



Desculpa, estou falando demais!
Então não, apesar de estar em casa na festa da família e levemente embriagado eu não curti muito o ano novo.mas dias melhores virão, porque pior já é realmente sacanagem.
fora do contexto, mas lindo.
Pra fechar: estou aprendendo HTML, mas ainda assim não posso ser aprendiz da Sii, embora eu a possa ajudar mesmo sendo escravo, desde que tenha conhecimento suficiente pra isso. Ainda não entreguei o presente de aniversário da Natalia, coisa que eu já deveria ter feito a algum tempo. A edição definitiva de Sakura Card Captors ainda não chegou às bancas e eu juro que já estou surtando. Esqueci de depositar na urna da Saga o papelzinho do sorteio, o que deve significar que eu não vou ganhar. Perdi uma aula de HTML. Ganhei uma grande quantidade de camisetas de presente de natal (que vão desde personagens de anime até uma que tem o aviso “não perturbe, psicopata em tratamento” que ganhei da minha irmã), e ainda não usei a maioria. Finalmente tenho um All star botinha, que é preto e não roxo, mas que ainda assim é bonitinho. Meu humor anda sarcástico e mal, o que me leva a pensar se estou virando uma bicha má (haha, nem eu dou risada disso).
Acho que por enquanto é só, já falei demais e não quero ficar cansativo demais. Esperem um novo post em breve, porque em breve haverá um novo post, ok?
Beijos beijos.
sempre...

3 Comentários

Em algum lugar...
Contos e pedaços aleatórios da minha vida. Quase um diário, quase um poema, quase um livro. Se descobrir o que é, favor contactar contando.
Sakura’s warning: não mexam na groselha na geladeira. Grata.

Quem?

Eu? Bem, não há muito a dizer. Cursando o segundo semestre da faculdade de jogos digitais na fatec, e o sexto ou sétimo modulo do curso de computação gráfica da Saga. Um futuro profissional da área de jogos, ou de qualquer outra área que venha a me aceitar. Um pequeno monstro com um grande fraco pelo Konta.

como me achar?

Já tentou me procurar?
Nyah!
Twitter
DA
Tumblr
msn e email pra contato: renoth@hotmail.com

Button




Seguidores


Arquivos

Janeiro 2010
Fevereiro 2010
Março 2010
Abril 2010
Maio 2010
Junho 2010
Julho 2010
Agosto 2010
Setembro 2010
Outubro 2010
Novembro 2010
Dezembro 2010
Janeiro 2011
Fevereiro 2011
Março 2011
Abril 2011
Maio 2011
Junho 2011
Julho 2011
Agosto 2011
Setembro 2011
Outubro 2011
Novembro 2011
Janeiro 2012
Fevereiro 2012
Março 2012
Abril 2012
Agosto 2012
Outubro 2012
Novembro 2012
Dezembro 2012
Janeiro 2013
Abril 2013
Junho 2014


C-box


Créditos